Obesidade - O mal do século XXI no Brasil e no mundo.

Atualizado: 8 de abr.

O Dia Mundial da Obesidade, celebrado em 4 de março, chama atenção para o problema e estimula medidas para enfrentamento da doença





Não é de hoje que este assunto é debatido nos meios de comunicação de massa, em artigos científicos, entre especialistas ou, até mesmo, nas rodas de conversas com amigos e familiares. Os passam e, mesmo com o avanço tecnológico e científico, o número de pessoas obesas no Brasil e no mundo assusta – mesmo que numa visão generalista e superficial. A ideia aqui não é assustar ou criar alardes desnecessários. Estudos comprovam este cenário.


Entre tantas ferramentas, para tentar frear estes números, o 4 de março, Dia Mundial da Obesidade, tem como objetivo falar sobre o assunto e propor políticas públicas para o cuidado e para a prevenção desta realidade que, para a Organização Mundial da Saúde, a OMS, já é considerada o mal do século 21.


Vamos aos números

As perspectivas não são nada animadoras. A previsão da OMS é que, até 2025 – ou seja, daqui a três anos -, 700 milhões de pessoas sejam diagnosticadas com obesidade no mundo. Como está o cenário no Brasil?


Aqui, mais de um quarto da população adulta está dentro do quadro da doença - de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, divulgados em outubro de 2020. Isto é, 26,8% dos brasileiros acima de 20 anos são considerados obesos e 6,7% dos adolescentes sofrem com a doença.





Já em relação à obesidade infantil, o Ministério da Saúde e a Organização Panamericana da Saúde apontam que 12,9% das crianças brasileiras – entre 5 e 9 anos de idade – têm obesidade, assim como 7% dos adolescentes na faixa etária de 12 a 17 anos.


Mas a obesidade é uma doença?

Sim! Médicos e especialistas afirmam que é uma doença crônica que pode ser causada por fatores genéticos, psicológicos, sociais e metabólicos. Assim como o excesso de peso, a obesidade aumenta o risco para o desenvolvimento de diversas outras doenças crônicas não transmissíveis, como as cardiovasculares, diabetes e alguns tipos de cânceres.


Para chamar atenção para o problema e estimular medidas para enfrentamento da doença, a Organização Mundial de Saúde criou o Dia Mundial da Obesidade, celebrado em quatro de março. A ideia é que o assunto seja debatido entre representantes políticos, especialistas, entidades educacionais e a sociedade organizada de uma forma geral com o objetivos de encontrar alternativas de prevenção e de enfrentamento deste que é considerado o mal do século!


É muito importante falarmos sobre obesidade porque o tratamento é extremamente necessário e implica, primeiramente, na determinação da pessoa que lida com este problema. Mas claro que todo suporte é fundamental! E é aí que entra a Floravita como uma empresa que tem no seu DNA a preocupação com a causa humana.


Não é à toa que o Acti Nutri é tão premiado. Ele é considerado, há mais de quatorze anos, uma excelente alternativa porque tem uma composição exclusiva com ingredientes naturais que auxiliam no controle da ansiedade, oferecem mais disposição e saciedade para quem precisa eliminar o excesso de peso. Ao longo desses últimos anos, ajudamos mais de um milhão e meio de pessoas a atingirem o peso ideal – ponto de partida para um novo ciclo de saúde e bem-estar.


Caso você esteja lidando com a obesidade, acredite: Estamos aqui para lhe ajudar!

33 visualizações0 comentário